Fanfiction

quinta-feira, 20 de maio de 2010

| | | 0 comentários
          Outro dia resolvi dar uma olhada em uns blogs, e encontrei um sensacional, de uma guria chamada Anna Grey, ela é simplesmente magnífica, escreve fanfiction como ninguém mais consegui!
Uma de suas historias que conquistou muita gente, foi “Rising Sun” que é nada mais nada menos do q seria a continuação do livro “Amanhecer” da saga “Crepúsculo”, sendo contada pela adorável e fofa filha de Edward e Bella.
Renessme não é mais uma garotinha, ela já é bem crescidinha e começa a enxergar tudo em sua volta de um modo q apenas ela consegue entender, ou talvez nem ela consiga, com tudo, o fic é impressionantemente bem escrito e com um enredo q fascina quem começa a ler.
A fanfiction ainda não esta acabada, mas está na fase final, até agora só foram postados 32 capítulos, pra quem quiser dar uma olhada no blog é só clicar na imagem que vc vai direto para o primeiro capitulo de Rising Sun.

Quem gosta da saga “Crepúsculo” com certeza vai adorar.
Só pra deixar vcs curiosos, aqui está a sinopse do fic:




Sinopse

“Sete anos se passaram desde a visita do exército Volturi. Os Cullen finalmente se estabilizavam em outro lugar, Forks já não era mais segura. Renesmee atingira sua fase adulta em pouco tempo, como era previsto, e agora tem que lidar com seus próprios problemas e descobertas. Mas o que ela fará quando sonhos e visões perturbadoras começam a invadir sua mente? Arriscar sua vida na procura de respostas? Ou deixar sua família e seu Jacob vulneráveis a um perigo invisível? Sol Nascente narra às histórias e descobertas da filha mestiça de Edward Cullen e Bella Swan, na procura de seu próprio destino como vampira. Ela terá de fazer escolhas difíceis e lidar com perigos que a assombram desde sua infância. Nesse romance fictício nós poderemos preencher as lacunas de Amanhecer e descobrir as verdadeiras intenções de Aro com os Cullen, além de nos aprofundar na história de novos e misteriosos personagens.”


| | | 0 comentários

Ola,
Postei outro dia sobre o Adriano Siqueira, e hoje vou postar a primeira historia pela qual eu me apaixonei completamente, bom foi muito difícil de escolher qual seria a primeira, mas escolhi uma q têm outras historias relacionadas. 
Espero q gostem...

Vampiros e Bruxas



Passo a passo = Conto escrito em 1997
as antigas histórias de vampiros e bruxas.
(Esta foi a primeira história do Personagem Lord Dri)
por Adriano Siqueira


Eu gostava de caçar monstros a noite, e eu sabia que a floresta à noite tinha vários deles. Como sempre, peguei o meu cavalo negro e minha espada. Estava também com meu misterioso manto negro. Saí do castelo, andei alguns quilômetros, mas nenhum monstro encontrei... Quando escuto um aviso... Mas era como se viesse de dentro de mim.
-- Cuidado, ele esta atrás de você!
Eu virei com a espada para trás e aquela Besta enorme sentiu uma de suas mãos abandonarem seu corpo. Ele gritava e, com o espanto, meu cavalo tombou. Eu caí, e minha espada estava longe de mim. Era meu fim. Eu estava suando muito quando ouvi explosões fortes. Apareceram duas bolas azuis e enormes em direção ao monstro... Eu fui me proteger do impacto, pois sabia que se fosse água, eu estava em maus lençóis. Com a explosão, o monstro caiu, peguei minha espada e terminei o trabalho.
De onde teriam saído estas bolas gigantes? E quem entrou na minha mente para me avisar do perigo?
Isto era magia, sem dúvida, mas de quem? Já enfrentei bruxas antes.
Bonitas e feias, mas todas extremamente perigosas. Tenho receio de algumas pois eu sou um Vampiro e elas sabem usar os poderes hídricos, o que, para mim seria fatal.
Meu corcel se machucou na batalha. Terei de abandoná-lo e seguir o resto do caminho andando.
Mas... o que é isto?! Uma águia! E quase arrancou minha cabeça... Pousou no meu corcel.
As feridas estão se cicatrizando... Mais magia!
Pelo menos meu cavalo melhorou.
Seguindo em frente com o meu corcel, encontro uma plantação de Rosas no meio daquela floresta. Não sou muito fã dessas flores pois elas geralmente fazem parte de religiões. Mas confesso que aquelas cores vermelhas misturadas com a lua deram um tom diferente... Cheguei mais perto para averiguar... Uma delas se enroscou em minha mão... Saindo do meio daquela plantação um bruxo... E dizendo:
-- Lord Dri! Meu Nome é Pedrunsk Barkos... Eu o proíbo de ir em frente, pois vários monstros que eu criei, você destruiu! Eu sou o único bruxo que pode com seus poderes de Vampiro, e eu irei destruí-lo!
Já com a espada em punho e pronto para cortar a cabeça daquele bruxo me coloco em posição de batalha:
-- Nada neste mundo me fará esquecer tal maneira arrogante como se dirigiu a mim! Pois eu sou o Lord Dri, Sr. das batalhas e das conquistas e, você não é nada a não ser um homem sem honra escondido em plantas! Saia daí e me enfrente!
Com uma gargalhada o bruxo desaparece, mas deixa alguns amigos para fazer me companhia...
Nunca vi nada igual àquilo... Fantasmas com armas. E seus rostos... Não! Eu não conseguia olhar. Estava com medo. Talvez alguma magia que o amaldiçoado bruxo me lançou! Isto eram sentimentos humanos, talvez o bruxo tenha realmente me enfeitiçado!
Apavorado, eu coloquei um braço em frente aos meus olhos e balançava a espada de um lado para o outro. O mais estranho é que meu corcel estava quieto como se não houvesse nenhum perigo aparente. Seria tudo uma ilusão?
Comecei a ouvir um barulho de correnteza, mas como? Eu sabia que não havia nem lagos nem rios naqueles lados da floresta. O barulho aumentava e quando olhei, achando que iria ser engolido pelo mar, todos os fantasmas haviam sumido!Não havia nada de água... Deve ter sido outra Ilusão!
Estava indo mais para frente da floresta... Já não queria mais caçar monstros... Só estava mesmo curioso com todas estas magias e Bruxos.
Aquela águia estava voando por cima de mim... O que será que havia de tão especial naquele pássaro? Fui seguindo o com os olhos. Nós vampiros podemos ver muito bem no escuro. Estranho... A águia se dirige para um castelo que eu nunca tinha visto antes nesta floresta... Seria outra ilusão daquele bruxo?
Três palavras entraram em minha cabeça e eu não conseguia entender seu significado:
-- Tire o amuleto!
O castelo deveria ter todas as respostas.
Coloco em punho a minha espada e começo a subir aquelas escadas. Tudo o que existia de mais sagrado em bruxaria estava lá!
Entrei em um quarto sombrio e úmido! A águia na janela praticamente me dizia que aquele era o lugar exato!
Havia uma cama e em cima dela um balde de ouro com água dentro, e na água...Um amuleto!
Peguei o amuleto com a espada, tirando do balde... A água começou a aquecer!Eu fiquei nervoso... Não sabia o que estava acontecendo... Eu odeio ficar nervoso! Joguei o amuleto no chão. A águia voou até ele e o levou embora.
O vapor da água estava me sufocando e eu pude, naquele momento, ver todas as batalhas que tive passarem na minha mente.
Meus olhos estavam embaçados quando apareceu alguém na minha frente.
Acho que era uma mulher. Comecei a levitar e desci em um lugar macio.
Ela estava em cima de mim... Senti o seu corpo com o meu... Mas estava tendo visões estranhas; o quarto estava começando a se encher de sangue por todos os lados. As paredes, os móveis... Apareciam luzes brancas em toda parte... Ela me dizendo:
-- Preciso de você! Preciso...
Senti minha energia de Vampiro enfraquecer tanto que conseguia beijá-la sem sentir meus caninos. Eu fiquei participando de tudo aquilo sem praticamente me mover. E... Eu estava querendo mais e mais, até que tudo voltou ao normal, ela me empurrou e me disse:
-- Já chega! Já tenho poderes suficientes!
Ela virou para a janela:
-- Minha águia deve ter levado aquele maldito amuleto que me aprisionava!
Suas roupas apareciam do nada... Era como se o vapor daquela água se transformasse em roupas. -- Nunca imaginei que vampiros tivessem tanta energia!
Ela sorriu para mim:
-- Meu nome é Shyenne Mayfair! Eu era a bruxa mais poderosa até o malditoPedrunsk Barkos tomar o meu espelho secreto!
Eu estava um pouco confuso.
-- Olha aqui bruxa! Eu não tenho nada com isto e não vou ficar aqui nem mais um minuto! Passei a noite inteira para cá e para lá, enfrentando até os meus temores humanos e minha energia sendo sugada só para ficar tirando um amuleto de um balde?
-- Pois o Sr. está livre Lord Dri! Sim, eu sei seu nome. Foi praticamente eu que o trouxe aqui! Mas pode ir embora e leve esse balde de ouro como recompensa!
Ela havia realmente se sentido ofendida.
Foi quando eu olhei para porta e uma enorme sombra apareceu. PedrunskBarkos.
-- Hahaha! Não, meus caros amigos! Ninguém sairá deste castelo.
Ele continuou:
-- Lord Dri e Shyenne! Meu Nome é Pedrunsk Barkos. E eu sou dono do espelho!
Shy> -- Está vendo, Lord? Vai embora agora... Enquanto eu enfrento essa coisa medonha.
Dri> -- Vai nessa Shyenne! Eu não saio sem dar uma surra nesse safado.
O Bruxo Pedrunsk fez surgir um monstro em nossa frente! Um monstro de metal... Enorme!
Minha espada não penetrava em sua couraça. Eu estava sem saber o que fazer. Quando Shyenne chegou perto de mim e me jogou uma bola azul na espada. Ela me disse para segurar a espada com as duas mãos:
-- Agora Lord! Use seus poderes para eletrificar a espada!
Eu olhei para a lua e meus olhos pegaram fogo, surgindo um raio e indo em direção à espada. Transformando-a em uma espada reluzente.
Comecei a cortar o monstro em pedaços... e pouco a pouco foi desaparecendo.
Quando olhei para os lados procurando Shyenne não havia mais ninguém naquela sala.
Eu sai dali desesperado em busca de algum deles.
Olhei pela janela... Meu cavalo, inquieto, indicava que havia alguém em cima do castelo.
Fui correndo ao topo e quanto mais perto chegava ouvia barulhos cada vez maiores. Eram os dois que brigavam sem parar...
Isso tinha que acabar... corri atrás do espelho que eles diziam ser tão especial e trouxe para cima do castelo.
-- Está aqui seu bruxo idiota! O espelho está comigo e levarei para o inferno!
Pedrunsk> -- Nãaaaaaaaaaooooooo! Não faça isso! Seu tolo, você não sabe o que esse espelho pode fazer! Ele pode transformá-lo em humano novamente!
Aquelas palavra me deixaram paralisado, seria verdade que este espelho fosse tão poderoso?
Shy> -- Quebre o espelho, Lord!
Eu não conseguia ouvir... Estava vendo minha forma humana dentro do espelho.
Shyenne olhou para a águia... Ela foi voando em direção ao meu cavalo.
Aparece uma luz envolvendo os animais.
E surge um Centauro, que voa em minha direção e arranca da minha mão o espelho, e o leva em direção à Lua.
Pedrunsk> -- Malditos... Vampiros e Bruxas! O meu poder... Meu poder!
Shyenne cria uma névoa em forma de águia e carrega o Bruxo para o alto. Ele se debateu... até que finalmente explodiu!
Shyenne olha para mim e diz:
-- Seu cavalo estará bem, eu o mandarei de volta para seu castelo!
Chegou perto de mim e me deu um beijo:
-- Para um Vampiro até que você foi bem valente!
Estava gostando da idéia de ficar perto dela, eu dei um sorriso, ela levantou as mãos e disse:
-- Olha a água!
Eu me assustei e me afastei! Ela desapareceu na névoa... Mas ouvia sua risada... Ela realmente gostava de brincar!

Autor: Adriano Siqueira


*Os outros contos do Lord Dri são para maiores de 18 anos (chamados de contos de classe D) então vou apenas colocar a URL de cada conto pra quem quer continuar lendo sobre esse vamp incrivel. 

bjinhi.


Descobertas

terça-feira, 18 de maio de 2010

| | | 0 comentários

Pra quem gosta de historias de vampiros com certo romance eu recomendo um autor fantástico que escreve há bastante tempo. Ele é simplesmente maravilhoso e faz historias q você fica fascinado. 
E o melhor de tudo ele é BRASILEIRO, isso mesmo brasileiro, o nome dele é Adriano Siqueira, eu já li praticamente tudo q ele postou no blog dele, só não consegui ler ainda o livro que deve ser maravilhoso chamado “Amor Vampiro” (que recebe criticas muito boas) por que eu já procurei em todas as livrarias da cidade e não encontro (o q por sinal me frustra muito).
Bom, resolvi postar alguns contos dele durante a semana, espero q gostem.

True Blood

| | | 0 comentários
True Blood
Essa é outra série q esta fazendo a cabeça da garotada, bom aqui vai um resumo da série:
Resuminho da Série:




Dentro do universo ficcional retratado em True Blood, a série reconhece como realidade que as criaturas sobrenaturais (como vampiros, telepatas, e metamorfos, entre outros) existem. Dois anos antes dos eventos que ocorrem durante a série, os vampiros “sairam do caixão” (um termo cunhado como um jogo de sentido entre “sair do armário”), quando os cientistas no Japão inventaram uma forma de sangue sintético chamado “Tru Blood” já não contando com sangue humano para sobreviver, os vampiros são capazes de se integrar na sociedade humana.
Os principais personagens da primeira temporada são introduzidos entre as várias tramas entrelaçadas que cercam o bar “Merlotte’s.” em Bon Temps. A protagonista da série, Sookie Stackhouse, é uma telepata e garçonete do Merlotte’s. No episódio de abertura, ela salva o primeiro vampiro a freqüentar o bar, chamado Bill Compton, quando um casal tenta local tenta drenar o seu sangue (sangue vampiro conhecido na serie como um narcótico humano: “V” ou “V Juice”). Através da relação que se desenvolve entre Sookie e Bill, o espectador progressivamente aprende mais sobre a cultura dos vampiros e as limitações de sua fisiologia.
A trama principal da primeira temporada gira em torno do assassinato de várias mulheres sempre relacionando o irmão mais velho de Sookie, Jason com as mulheres assassinadas por todas já terem se relacionado com ele: Maudette Pickens, a garçonete Green Dawn, sua avó Adele, e sua namorada Amy Burley. Ainda que o espectador esteja sempre ciente de sua inocência em suas mortes, o detetive Andy Bellefleur o coloca como o principal suspeito no inquérito que ele realiza com o Xerife Bud Dearborne para identificar o assassino. Os melhores amigos e colegas de trabalho de Jason, Hoyt Fortenberry e Rene Lenier fornecem-lhe apoio, apesar do tumulto que ele encontra. Rene, que fica noivo de garçonete Arlene Ferreira. No ultimo episodio (12), descobre-se o assassino de Bon Temps e ocorre um confronto com Sookie.
Um enredo secundário na primeira temporada (que depois se desenvolve como o enredo principal no segundo) gira em torno da melhor amiga de Sookie Tara Thornton. No primeiro episódio, Tara é contratada como garçom no Merlotte’s pelo metamorfo Sam, proprietário e admirador do bar, que mais tarde tem um breve relacionamento com Tara. O primo de Tara, Lafayette Reynolds, já trabalhava como cozinheiro no bar (e faz outros trabalhos que incluem a venda “V”) também como o primo de Andy e veterano da Guerra do Iraque, Terry trabalhando no bar. A história de Tara é caracterizada pelo seu difícil relacionamento com a mãe alcoólatra Lettie Mae e seus próprios “demônios” internos. Durante a temporada, Lettie Mae alcança a sobriedade, mas a vida de Tara começa a girar fora de controle. Expulsa de sua casa por causa de um acidente de carro dirigindo bêbada, ela é tomado por uma “assistente social” Maryann Forrester. Enquanto Tara fica com Maryann, é apresentada para “Eggs” Bento Talley, por quem ela sente uma atração.

A última trama da primeira temporada gira em torno dos elementos da sociedade de vampiros a qual Sookie foi apresentada pelo vampiro Bill. Enquanto tenta provar a inocência de seu irmão no assassinato de Maudette e Dawn, Bill a leva para o bar de vampiro “Fangtasia” para investigar. La Sookie é apresentada ao proprietário do Fangtasia e xerife da Área 5 dos vampiros em Louisiana: Eric Northman. Eric fica imediatamente interessado em Sookie e suas habilidades estranhas, mas sua progênie e Pam é menos impressionada com o que vê. Eric usa Sookie para encontrar um ladrão em seu bar, mas o culpado (um vampiro) tenta matar Sookie quando ela revela sua identidade. Bill usa uma estaca e mata o ladrão para salvá-la, porem cometeu um crime grave ao matar outro vampiro. Quando Bill é julgado por seu crime, sua punição é transformar Jessica Hamby de 17 anos em um vampiro para substituir o que ele destruiu. Apesar de existir alguns seres humanos atraídos por vampiros (referidos como “tarados por presas”) reunirem-se no Fangtasia, nem todas as pessoas estão aceitando a idéia de que direitos iguais devem ser dados aos vampiros como os oferecidos aos seres humanos no universo de True Blood. Durante a primeira temporada, uma das formas em que o sentimento anti-vampiro se expressa é através de aparições regulares na televisão da “Soiedade do Sol” com a igreja sede em Dallas que eventualmente é administrada pelo Reverendo Steve Newlin, após seu pai e sua família serem mortos em um acidente “estranho”.



Durante a segunda temporada, as influências de Maryann Forrester e o conflito entre vampiros e humanos são expandidos. A maior parte do elenco da primeira temporada retorna e vários novos personagens são introduzidos. O mesmo estilo de história interligada utilizado na primeira temporada é repetido, com o enredo principal enfocando Maryann Forrester sendo revelada como uma bacante com o poder de influenciar os seres humanos. Começa manipulando Tara e Eggs para atingir seus objetivos estranhos, mas eventualmente ela toma o controle de quase toda a população humana de Bon Temps.
Enquanto Maryann começa estabelecer seu domínio sobre Bon Temps, Sookie é recrutado por Eric para investigar o desaparecimento de seu criador de 2.000 anos de idade e xerife da Área 9, no Texas: Godric Enquanto Sookie está ausente de Bon Temps, Sam contrata Daphne Landry para se juntar o pessoal do bar Merlotte’s. Daphne começa um romance com o Sam, é revelado como uma Metamorfa, e posteriormente, também e revelada como aliada de Maryann .



Jason também deixa Bon Temps de Dallas para aderir à Sociedade do Sol, que o reverendo Newlin dirigiu
em uma nova direção militante, apesar do protesto de sua esposa Sarah. É descoberto que Godric está sob a custódia da sociedade do Sol, e um dos subordinados de Godric, Isabel envia seu namorado humano Hugo para ajudar Sookie na infiltração na igreja. Embora o interesse principal de Eric seja encontrar Godric, ele também tenta se colocar entre Sookie e Bill. Para conseguir isso, ele pede a ajuda da criadora de Bill, Lorena, fazendo uma contribuição mais importante para o elenco após sua breve aparição na primeira temporada. Uma vez o conflito no Texas é concluído, no penúltimo episódio da segunda temporada a rainha de Louisiana, vampira Anne Sophie é apresentada. Tanto Bill e Eric fazem uma visita a ela na tentativa de descobrir como derrotar Maryann.

Um Romance de Vampiros do Sul.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

| | | 0 comentários

Quem gosta de crepúsculo, vai gostar
Minhas amigas q sabem q eu sou mais ligada nessas coisas ficarão me enchendo o saco pra achar uma historia que fosse interessante para passar o tempo enquanto ninguém lança nada q preste, aí achei essa:
De uma autora chamada Charlaine Harris encontrei uma coleção composta por 9 livros. Minha tradução do nome da coleção para o português é Um Romance de Vampiros do Sul. Também é chamada de The Southern Vampire Mysteries (Os Mistérios do Vampiro do Sul) ou The Sookie Stackhouse Novels, (Os romances de Sookie Stackhouse) onde Sookie Stackhouse é o nome da personagem principal. Algumas pessoas já conhecem, e sabem do que estou falando, mas para as que nunca ouviram falar e não compreenderam o que significa Vampiros do Sul: Isso não tem nada de mais. Refere-se apenas à região onde se passa o romance. Sul do Estados Unidos.





A série é narrada primeira pessoa por Sookie Stackhouse. Ela é uma garçonete telepata que vive na cidade fictícia de Bon Temps, Louisiana. O primeiro livro da série, Dead Until Dark, foi lançado em 1 de maio 2001, e o décimo, A Touch of Dead foi lançado recentemente em 6 de outubro de 2009. O décimo primeiro, Dead in the Family será lançado em Maio de 2010.
Charlaine Harris desenvolveu uma mitologia detalhada. Sua série descreve uma história alternativa, que pressupõe que o sobrenatural é real e que os vampiros, metamorfos, bacantes, lobisomens e outros seres sobrenaturais só passaram a ter o conhecimento público a dois anos. Sua história se desenvolve de modo idêntico ao do mundo real, e a série contém várias referências à cultura popular sulista estadunidense.
Pelo contexto, à 2 anos os vampiros e humanos passaram a viver em certo equilíbrio, depois que japoneses desenvolvem um sangue sintético para exportação. Porém, as coisas podem se complicar quando o vampiro Bill Compton se envolve com a mortal Sookie Stackhouse, e se iniciam uma série de misteriosos assassinatos na cidade.
AQUI estão os link dos 9 primeiros livros de A Southern Vampire Novel de Charlaine Harris, onde os 5 primeiros já estão em versão traduzida para o português.
Os títulos dos nove livros são:

1. Morto Até o Anoitecer
2. Vivendo morto em Dallas
3. Clube Dos Mortos
4. Morto Para o Mundo
5. Absolutamente Morto
6. Definitely Dead
7. All Together Dead
8. From Dead to Worse
9. Dead and Gone

Esta série de livros foi muito elogiada e pelo seu alto nivel foi usada como inspiração para a criação da série True Blood. Para saber mais sobre ela leia o proximo artigo: True Blood

Ocorreu um erro neste gadget